expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Homossexualidade = Tabu

Hoje acordei um pouco irritada, entre um pequeno almoço enjoativo e uma tentativa falhada de trabalho, dei por mim a ver imagens de modelos masculinos para desenho. Foi uma pesquisa bastante interessante, sendo que encontrei algumas relacionadas com o tema do titulo, bastante reveladoras. Uma delas tinha como descrição o seguinte: "paneleiros de merda".
E assim aqui vim com uma enorme vontade de criticar o que vi, como já é meu hábito.
Não consigo entender, na realidade acho que o preconceito advém de uma enorme falta de cultura, civismo, e de uma inimaginável estupidez, se é que me permitem. Desde os tempos dos gregos que são conhecidos relatos de homossexualidade, aliás, a "badalhoquice" antigamente era tão normal que relações entre o mesmo gênero era algo banal.
Mas a sociedade moderna, que tanto se diz evoluída, tornou-se piquinhas, pudica, aparentemente perdeu o desejo sexual, o desejo carnal. Não me parece. O que acontece e que hoje em dia o mundo vive de aparências, o desejo sexual é associado a pornografia que é por sua vez associada à prostituição. Por esta razão o preconceito aliado à inveja e ,obviamente, à mentira (isto porque o desejo carnal é natural e a boa aparência não o fez desaparecer) leva à critica desmedida a tudo o que tenha relações fora da ordem de Deus.
E é isto que eu acho completamente ridículo. Todo o ser humano ama, todo o ser humano se apaixona, mas pare para pensar. São duas pessoas, cada uma com o seu coração, cada uma ama a outra, respeitam-se. Pense apenas em dois corações que batem mais forte quando sentem o toque de quem amam, pense apenas em dois pares de olhos que quando se cruzam brilham. No fim de tudo olhe para si, olhe para a pessoa que ama, faça o mesmo. Não será igual?
O mais grave é que se critica por não ser bonito, por não ficar bem, por não ser normal. Criticam-se tanto homossexuais como heterossexuais cujo casal é constituído por uma pessoa que não entra na descrição social de "belo" e outra que entra, ou constituído por etnias diferentes, por idades. A sociedade de hoje em dia critica por tudo e por nada.
Esqueça o preconceito, pare de pensar nas aparências, olhe em redor. Ame, desfrute, não se perca com valores ultrapassados.   


Joana Cancelinha Pereira


Críticas:

Anna:
"Não consigo entender, na realidade acho que o preconceito advém de uma enorme falta de cultura, civismo, e de uma inimaginável estupidez" não concordo com o que aqui dizes, porque, independentemente de se ser católico ou não, tal como tu disseste, ou deste a entender, é uma escolha. A diferença, é que uns têm escolha para gritar que o são , mas eu, no entanto, não posso dizer q não acho correcto. Então, o direito de liberdade de expressão não é igual?
E, por outro lado, a evolução do homem nem sempre tem de ser positivo.
João:

O texto está bem escrito, mas....

O que será belo? Tem alguma definição de belo? Haverá alguma beleza perfeita? Será a distancia exacta entre os olhos, e entre estes e a boca. Será algum padrão, abaixo do qual se consideram feios e acima do qual se consideram bonitos. Poderemos classifar a beleza apenas como mais uma dictomia iguais a tantas outra por Deus criada? Tal como não há Luz sem Escuridão, não há Pólos negativos sem Pólos Positivos, não Norte sem Sul, porque há-de haver Bonitos sem Feios? E os homossexuais? Onde o provérbio " Os opostos atraem-se " ganha um novo significado.. Não serão " eles " apenas o fruto da nova e estranha sociedade em que vivemos? Não será a ansia de poder? Os grupos á margem da população normal sempre existiram e ninguém os condenou.. Sejam homossexuais ou outros que tais. Havia respeito. Se a maioria das pessoas não o é e não gosta de ver porque razão haverão de se expor de maneiras nunca antes vistas? Os heterossexuais não o fazem ( ou pelo não deveriam ). Porquê a Gay Pride? Porquê as chamadas " bichas "? Que ansia de promoção social é essa? Nunca ouvi falar de nada parecido com Straight Pride. Esses são os que se chamam " Paneleiros ". São os que dão vergonha aos Homossexuais em geral.